Playboy – Exposição Photoshop

Publicado: julho 1, 2011 por blogdapresbi em Assunto Polêmico, Mensagens
Tags:

A sociedade atual é muito visual – fotos, desenhos, vídeos inundam nossas vidas através de revistas, tvs, computadores, celulares. Na mesma onda, a estética é muito privilegiada. Não basta ser bonito, agradável, harmônico, precisa ser perfeito. Principalmente com relação ao corpo feminino. Um corpo perfeito significa que, não importa a idade, a origem, a sua história pessoal, é preciso ter uma barriga chapada, nenhuma gordura sobrando, seios fartos, bumbum sem celulite, pernas finas bem torneadas. As mulheres querem ser assim. Os homens procuram mulheres assim.

Para atender essa demanda de alto padrão, um recurso foi criado e está sendo usado a exaustão: o Photoshop.

Quem acredita que nas fotos da Playboy (não que vocês já tenham visto alguma, claro), se usa Photoshop?

Quem acredita que nas fotos de Caras, Contigo, Veja, Isto é, se usa Photoshop?

Em todas as fotos, não importa para qual mídia, existe agora a permissão para “embelezar”, fazer alterações menores e maiores para chegar ao padrão de estética.

É para colocar fotos no Facebook, mas só aquelas em que eu pareça um artista de cinema, em que o cabelo ficou bom, a pele suave, a roupa caindo bem. Podemos nos expor, mas só a parte boa, a parte que cabe no padrão. Filtrar o que nós expomos na internet, nas redes sociais, é uma forma de não se sentir deslocado frente às exigências do mundo.

Será que isso não ocorre também para outros aspectos da nossa vida, além da imagem?

A gente passa um Photoshop no nosso caráter: se a moda é ser malandro, a gente quer ser esperto.

A gente passa um Photoshop nos defeitos que são socialmente mal vistos: se ser tímido é estranho, a gente escancara a vida no Facebook, conta dos relacionamentos, das festas, das emoções.

A gente passa um Photoshop na santidade: a gente louva a Deus no domingo na Igreja, mas na segunda, ignora o colega de trabalho que pediu um favor.

Jesus chamou de hipócritas os judeus que questionaram porque seus discípulos não lavavam as mãos antes das refeições. Afinal, esse era só um sinal externo de pureza que não existia em seus corações, era um Photoshop de santidade. O que importava mesmo era o que estava nos corações.

Agora, a vida pessoal de cada um está muito mais exposta do que antigamente – em que era preciso estar próximo de alguém para conhecê-lo. Com a internet, uma pessoa do outro lado do mundo, que talvez você nunca veja pessoalmente, pode acompanhar a sua vida, suas fotos, suas conversas. Isso é um fenômeno incrível.

Será que ele está fazendo a cultura do Photoshop pessoal crescer também?

*O texto acima foi utilizado como recurso p/ devocional do AcampUMP2011. O acampamento teve como tema “Varal: Sua vida em exposição.” Você pode encontrar fotos do evento no Facebook da Presbi e se tiver interesse em participar do próximo envie um email para presbi@ipalpha.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s