As consequências da mentira: “Procura-se: 50 milhões de mulheres na Índia”.

Publicado: agosto 3, 2011 por blogdapresbi em Assunto Polêmico, Diversos
Tags:,

Estima-se que 50 milhões de mulheres já foram abortadas na Ásia

Há algum tempo, escrevi em meu texto “Ode à Mentira” que há cerca de 9 milhões de mulheres “em falta” na Ásia. Mas eu me equivoquei. O número é maior. Segundo uma matéria do New Ýork Times (Nov/2005), só na Índia, há 50 MILHÕES de mulheres “faltando” devido à prática cultural de abortos em bebês do sexo feminino e outros fatores como a prática proibida da queima de viúvas com os corpos de seus maridos (Sati, que foi proibida após campanha do missionário Wilian Carey no século 18, mas ainda é praticada principalmente em regiões culturais). O problema é tão grande que em 1990, o governo da maior democracia do mundo proibiu os ultrassons para detectar o sexo do bebê para evitar que hajam abortos em bebês do sexo feminino.

Darrow Miller, analisando o texto, afirma: “a raiz do problema não é econômica ou política. Ao invés disso, é uma idéia: O homem é superior à mulher. Esta idéia está inserida, em graus maiores ou menores, na maioria das culturas do mundo. (…)E a história cultural é frequentemente mais forte do que as leis e a economia.” Segundo o NYT, há regiões em que a proporção entre os sexos é de 1000 homens para cada 500 mulheres! Estes números são alarmantes porque geram aumento nos índices de violência (homicídios, drogas, etc) e provavelmente empobrece estas regiões, sem contar nos problemas como a desestruturação da familia, que é o pilar de qualquer sociedade ou civilização.

Minha motivação aqui não é criticar o povo Indiano, mas simplesmente ilustrar como uma mentira tem poderes destrutivos! Nós como cristãos, além de termos de cumprir o mandamento de pregar o evangelho (Mc. 16:15), temos que cumprir o mandamento de discipular as nações (Mt. 28:19-20). A Índia precisa de discipulado nesta área. Mas, e aqui no Brasil? Quais as consequências desta mentira? O que temos feito para discipular nossa nação na contra-mão desta idéia de que o “homem é superior à mulher”? Será que isto já foi erradicado de nossa cultura?

Mentiras se combatem com Verdades. Neste caso, a Bíblia começa afirmando em Gênesis1:27: “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.(grifo meu)”; – ambos são criados à Imagem de Deus (mas tem papéis diferentes). Que a Verdade que liberta vá de encontro com o machismo que perdura em nosso planeta e traga libertação e que nós sejamos os proclamadores das Verdades daquele que nos chamou das Trevas para Sua Maravilhosa Luz!

Renato Wong.

Anúncios
comentários
  1. Gui Marto disse:

    Eu tinha lido essa reportagem mas foi na revista The Economist

    Segue abaixo o link da matéria que eu li, mas na verdade a The Economist tem uma série de reportagens sobre o desbalanceamento entre número de homens e mulheres na Índia

    India’s skewed sex ratio – Seven brothers – http://www.economist.com/node/18530371

    Existem diversos aspectos da cultura indiana que eu creio que devem ser preservados por uma questão de identidade e diversidade.

    Mas todo país tem algum aspecto cultural que vai contra os princípios de Deus e nós cristãos devemos trabalhar para mudar tais costumes, por mais tradicionais que sejam.

    • Renato Wong disse:

      valeu pelo link, gui! o link p/ reportagem do NYT é este: http://www.nytimes.com/2005/11/24/opinion/24iht-edswami.html

      Concordo com você, os aspectos culturais diversos em geral servem para expressar louvor a Deus em sua diversidade, complexidade e beleza.
      Mas, o pecado também está neste aspecto da sociedade, e na minha opinião é um dos aspectos mais difíceis de serem transformados para a Luz! Devemos pensar também na nossa cultura e o que tem feito nosso país pecar neste aspecto. Quando identificamos a raiz destas idéias que só trazem destruição, podemos agir intencionalmente para mudá-las à luz do que a Bíblia nos ensina!

      Quais aspectos da nossa cultura tupininquim precisam ser mudados pela Luz de Cristo?

      • Gui Marto disse:

        Cara, a primeira coisa que me vem em mente com essa pergunta é o carnaval.

        Por um lado eu acho que o carnaval é uma manifestação popular que tem vários aspectos bons, entre eles a movimentação das comunidades locais em torno de um projeto em comum, a valorização da arte brasileira, a preservação da identidade cultural, o giro econômico promovido pelo turismo, entre outros

        Por outro lado, como cristão, eu vejo que desde o início o carnaval foi utilizado pelas pessoas como o único momento do ano onde ela pode fazer o que bem entender sem se preocupar com as consequencias. E daí a gente vê que a festa, que poderia ser sadia, torna-se palco de orgias e abuso de drogas lícitas e ilícitas, o que traz resultados as vezes muito piores do que todos os benefícios listados no parágrafo anterior. Até mesmo na área econômica, o gasto que o governo tem com saúde publica em função de doenças e acidentes pós carnaval eu creio que comem boa parte do lucro do turismo.

        Talvez nós como cristãos deveríamos nos movimentar para mudar a cara do carnaval ou então bani-lo da nossa cultura (acho que isso seria uma postura muito radical).

        Mas com certeza existem outros aspectos da cultura brasileira que são tão anti-cristãos como o carnaval e mais fáceis de serem mudados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s